terça-feira, 18 de outubro de 2011

Destruindo Gigantes

"Todos que estão aqui saberão que não é por espada ou por lança que o Senhor concede vitória; pois a batalha é do Senhor, e ele entregará todos vocês em nossas mãos". (1 Samuel 17:47)

Todos enfrentamos gigantes em nossas vidas. Em sua vida, você pode enfrentar algo que pareça enorme, algo tão assustador ou tão poderoso que pareça impossível de ser vencido.

Davi enfrentou um gigante. Seu nome era Golias. Com a ajuda de Deus, ele o destruiu. Se observarmos com  cuidado a batalha de Davi contra Golias, encontraremos um modelo de 4 passos para destruir nossos próprios gigantes e continuar a corrida espiritual.

Lembre-se: a batalha é do Senhor. Davi disse isso a Golias: "[...] a batalha é do Senhor, e ele entregará todos vocês em nossas mãos" (1 Samuel 17:47). Lembre-se, Cristão, você está do lado vencedor. Deus é mais forte do que o diabo. Seu Deus é mais forte do que qualquer mau hábito, vício, ou problema. O apóstolo João escreveu: "Filhinhos, vocês são de Deus e os venceram, porque aquele que está em vocês é maior do que aquele que está no mundo." (1 João 4:4).

Ataque! Se você tolerar um gigante, ele tomará conta do seu território. Gigantes são como incêndios florestais. Eles ficam fora de controle e consomem sua vida. É por isso que você não foge dos gigantes. Você os ataca! 1 Samuel 17:48 diz: "Quando o filisteu (Golias) começou a vir na direção de Davi, este correu depressa na direção da linha de batalha para enfrentá-lo." Como o inimigo se aproximava, Davi correu até ele. Você precisa fazer o mesmo com os gigantes da sua vida.

Confie somente em Deus. Na história de Davi e Golias, Davi não confiou na armadura de Saul. Esta é uma tentação que todos nós enfrentamos: confiar em nossos próprios recursos. Às vezes, o Senhor nos reduzirá a nada para que Ele, e somente Ele, tenha a Glória. Isso já aconteceu com você? Isso é bom! Assim Deus pode receber a glória e mostrar do que Ele realmente é capaz.

Como Davi, você pode, com a ajuda de Deus, superar todos os seus gigantes e experimentar a vitória na corrida da fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário