terça-feira, 27 de setembro de 2011

Uma Olhada nos Bastidores

"Não tenha medo, Daniel. Desde o primeiro dia em que você decidiu buscar entendimento e humilhar-se diante do seu Deus, suas palavras foram ouvidas, e eu vim em resposta a elas. Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias. Então Miguel, um dos príncipes supremos, veio em minha ajuda, pois eu fui impedido de prosseguir ali com os reis da Pérsia. Agora vim explicar-lhe o que acontecerá ao seu povo no futuro, pois a visão se refere a uma época futura". (Daniel 10: 12-14)

Nossa sociedade gira em torno de bastidores. Amamos quando estamos dirigindo ou caminhando pela rua e vemos câmeras filmando para um comercial, novela ou telejornal. Amamos essa possibilidade de ver o que ninguém mais tem acesso. Eventos fascinantes também parecem surgir nos bastidores sobrenaturais: o mundo onde anjos e demônios habitam.

Considere o seguinte: quando oramos, uma batalha espiritual muitas vezes ocorre. Particularmente acredito que isso acontece quando oramos pela salvação dos perdidos. Muitas vezes a razão pela qual Deus não pode imediatamente responder às nossas orações é por causa dos bastidores da batalha espiritual.

Tome Daniel como exemplo. Ele estava orando por semanas sem resposta do Senhor (ver Daniel 10). Mal sabia Daniel que Deus o ouviu e enviou um anjo com uma resposta especial às suas orações. No entanto, em algum lugar entre o céu e a terra, entre o visível e o invisível, este anjo encontrou-se travado em uma batalha com outro anjo do mal. Após 21 dias de batalha espiritual, Deus enviou Miguel, o arcanjo, para salvar o outro anjo.

Assim como uma batalha foi travada ao longo da resposta de Deus às orações de Daniel, uma batalha espiritual muitas vezes é travada devido às suas orações. É por isso que precisamos continuar orando, ainda que não recebamos um resposta por dias, semanas ou meses. Jesus disse: "Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta " (Lucas 11:9-10).

A oração é um processo contínuo e permanente. Nunca devemos parar de orar, pois atrasos de Deus não são necessariamente negações dEle.

Nenhum comentário:

Postar um comentário