quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Dando o Nosso Melhor

"E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz!" (Filipenses 2:8)

Você já conheceu alguém, talvez no trabalho, ou mesmo em casa, que só dá o mínimo? Há muitos cristãos assim. Eles se envolvem em atividades espirituais somente quando necessário. Eles têm tempo para todo o resto, mas de alguma forma eles simplesmente não têm tempo para Deus. Esta não é a maneira de viver a vida cristã.

Deus diz que se você quer ser santo, e consequentemente feliz, você deve andar ativamente nos Seus caminhos. Mas o que significa andar em Seus caminhos? Significa caminhar em bons sentimentos? Não. As escrituras dizem que isso significa andar na lei do Senhor (ver Salmo 119:1). Alguns cristãos vão dizer: "Eu não estou sob a lei, estou sob a graça." Hoje, de certo modo, isso é verdade. Cristãos não estão mais sob a maldição da lei, aquela que não fomos capazes de manter através da nossa própria força. Mas também entendo que Jesus disse: "Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir." (Mateus 5:17). Nós não estamos sob o dever de manter a lei para ganhar a aprovação de Deus, mas isso não significa que desconsideramos a lei. Isso não significa que nós dizemos: "Eu não estou mais sob a lei, então posso fazer o que eu quiser."

Os princípios da lei certamente ainda se aplicam na vida do cristão. A diferença é que não seguimos a lei de Deus porque somos obrigados, nós a seguimos porque queremos. Os princípios da lei não são restritivos, são de proteção. Alguns podem dizer: "Eu vou me contentar com o mínimo." Mas nossos corações devem dar muito mais. Afinal, estamos fazendo isso para Deus! Jesus fez tudo por nós! Deveria ser nossa alegria dar o melhor para Ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário