sexta-feira, 5 de agosto de 2011

As Flechas do Maligno

"Você não temerá o pavor da noite, nem a flecha que voa de dia" (Salmo 91:5)

A noite pode ser um momento assustador não é mesmo? Você simplesmente não pode ver.

Lembro-me quando estávamos visitando a África e fomos dormir nestas barracas em campo aberto. É uma coisa incrível, porque, quando a noite cai na África, sons que você nunca ouviu em sua vida surgem da selva. Parece estranho, soa como algo saído de um filme, só que é real. Quando a noite caiu, foi uma coisa assustadora ouvir esses rugidos, gemidos e silvos. Você pensa: Que diabos está lá fora? A escuridão pode ser uma coisa assustadora.

O Salmo 91:5 nos diz que não devemos temer o pavor da noite nem a flecha que voa de dia, pois Deus estará com você dia e noite, no tormento ou na inundação, na fartura ou na escassez.

A flecha é uma palavra interessante no Salmo 91:5. Paulo também a usa em Efésios 6, onde nos adverte sobre os dardos inflamados do maligno. É interessante porque, voltando um pouco no tempo, as flechas desempenharam um papel significativo nas batalhas. O inimigo muitas vezes acendia suas flechas e neutralizava seu oponente com elas. Eles poderiam disparar centenas, talvez milhares, de flechas em chamas. Se quisesse viver, você tinha que se proteger delas.

O diabo vai disparar flechas em chamas para nós também. Pode ser a flecha flamejante do medo, ou a dos pensamentos impuros, ou uma do ódio. Mas não tenha medo: Deus promete nos proteger das flechas do maligno. O povo de Deus vai ainda sofrer dificuldades na vida, mas Deus promete que estará com você, não importa onde você estiver. Não tema! Ele sempre irá olhar por você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário