quinta-feira, 28 de julho de 2011

A Pessoa de Deus

"Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso pode dizer ao Senhor: Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio." (Salmos 91:1-2)

Nos dois primeiros versículos do Salmo 91, Davi fornece ótimas pistas sobre a pessoa de Deus, usando quatro diferentes títulos.

No versículo 1, Davi diz: "Aquele que habita no abrigo do Altíssimo." Em hebraico, Altíssimo é “El Elyon”. Esta palavra descreve Deus como Aquele que é dono e possui tudo. Davi depois chama Deus de o “Todo-Poderoso" (descansa à sombra do Todo-Poderoso). Em hebraico, a palavra usada é “Shaddai”, que transmite a idéia de disposição. Ele não só é o Deus vivo, como também é o Deus que dá.

No versículo 2, Davi chama Deus de “Senhor” (dizer ao Senhor). Essa é a palavra hebraica “Yahweh”. Este é o nome pessoal que Deus deu a Moisés no episódio da sarça ardente (Êxodo 3:14). Yahweh significa "ser" ou "Eu sou." Javé (ou Jeová) é o testemunho pessoal de Deus de que ninguém ou nada define quem Ele é. Somente Deus pode definir a si mesmo. Como se vê, ao ler as escrituras podemos saber o que Deus diz sobre si mesmo. Por último, Davi se refere a Deus como “meu Deus" (o meu Deus, em quem confio). Meu Deus em hebraico é “Elohim”, que significa essencialmente "mais do que um." Isso não quer dizer que existem três deuses, mas sim que existem três pessoas da Trindade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

Em apenas dois versículos, Davi nos diz que o Deus onisciente, todo-poderoso, possuidor dos céus e da terra, tem uma aliança especial conosco e quer nos proteger e prover todas as nossas necessidades. Isso nos dá uma grande confiança no Deus que adoramos e servimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário