quarta-feira, 27 de julho de 2011

Ele é Fiel e Justo

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a sua palavra não está em nós.” (1 João 1:9-10)

Um aspecto importante da vida cristã é saber o que significa confessar nossos pecados. Isto é importante porque o nosso perdão depende muito da nossa compreensão deste termo. A palavra hebraica para confessar significa reconhecer. No Novo Testamento, confessar poderia ser traduzido como "concordar com alguém ou dizer a mesma coisa que o outro." O apóstolo João usou esta palavra quando disse: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça". A palavra confessar está essencialmente dizendo que, se você concordar com Deus sobre o seu pecado, reconhecer o pecado pelo que ele é, não dar desculpas e se desviar dele, Deus vai lhe perdoar.

O problema é que existem pessoas nos dias de hoje que pensam ter confessado seus pecados, quando na verdade não confessaram. Muitos pensam que confessar o pecado é simplesmente reconhecê-lo. Portanto,  vão pecar, serão pegos e dirão: "Eu reconheço o que fiz. Confesso este pecado. Isso foi uma coisa ruim." Então saem, fazem novamente e dizem: "Eu o fiz de novo. Confesso." Isso não é uma verdadeira confissão. Tais pessoas estão simplesmente reconhecendo o que obviamente é pecado.

A confissão significa ver o pecado pelo que ele é, arrepender-se por isso, e desviar-se dele. Você tem que levar o seu pecado até a cruz e reconhecer que ele é ofensivo para o único e verdadeiro Deus. Você está disposto a fazer isso? Se sim, então Deus vai lhe perdoar e lhe purificar de toda a sua injustiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário