sexta-feira, 22 de julho de 2011

Como se eu Nuca Tivesse Pecado

"Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus." (Romanos 5:1-2)

Quando chegamos a Cristo, Ele não só nos perdoa de nossos pecados, mas também nos justifica. O apóstolo Paulo explica isso em sua carta aos Romanos: "Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo..." (Romanos 5:1)

A salvação tem a ver com o que ocorre no coração dos crentes, mas a justificação tem a ver com nossa posição diante de Deus. Na salvação, Deus nos dá nova vida, mas a justificação vai além disso. Quando Deus nos justifica, Ele nos declara justos aos Seus olhos. "É como se eu nunca tivesse pecado" é uma forma de se explicar a justificação. Deus não só nos perdoa, mas Ele nos vê como se nunca tivéssemos pecado. Ele remove o nosso pecado e, no local, coloca a perfeita justiça de Cristo.

É como se a sua conta corrente estivesse negativa e você devesse ao banco milhares de reais. Um dia você vai até a máquina de auto-atendimento e, após digitar seu código de acesso, de repente percebe que tem um saldo positivo de cinco milhões de reais!

Deus tem feito algo muito maior que isso para aqueles que nEle crêem: Ele tem nos justificado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário