segunda-feira, 23 de maio de 2011

Além das Desculpas...

"Este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram as trevas, e não a luz, porque as suas obras eram más." (João 3:19)

Os Fariseus dos tempos de Jesus não estavam somente duvidando do trabalho de Deus; seus corações estavam cheios de descrença. Eles não rejeitaram Jesus e o Seu trabalho de Salvação por falta de provas ou evidências, pois Ele cumpriu várias profecias do Antigo Testamento. Eles não o rejeitaram porque o Seu estilo de vida não era coerente com a Sua pregação, pois Ele a coerência era total. Mesmo Pilatos, que estava se preparando para condená-Lo, disse o seguinte a respeito de Jesus: "Não acho nele nenhuma culpa." Judas Iscariotes, Seu traidor, disse: "Eu verdadeiramente traí sangue inocente."

Esses líderes religiosos rejeitaram Jesus porque Ele interferiu na forma através da qual eles pretendiam viver. Ele era uma ameaça ao seu estilo de vida e ao seu sistema religioso. Apesar de toda a Sua retórica e dos questionamentos de interesse espiritual, eles não buscavam realmente a verdade. Nem ao menos estavam buscando pelo Messias. Se assim o fosse, eles teriam recebido Jesus.

Note que a rejeição dos fariseus a Jesus é simplesmente uma ilustração de cada pessoa que O rejeita intencionalmente. As pessoas não rejeitam o Messias porque elas obtiveram provas a respeito e concluiram que Ele não é o Messias. A maioria das pessoas que dizem que não são cristãs nunca leram a Bíblia. Elas nem mesmo leram todo o Evangelho de João. Nunca examinaram com cuidado os argumentos de Cristo. As pessoas não O rejeitam por causa da hipocrisia de algumas pessoas incoerentes. As pessoas rejeitam a Jesus porque Ele é uma ameaça ao estilo de vida delas. Elas não querem mudar. Elas querem que as coisas fiquem como estão, pois odeiam a Luz e o fato de suas ações serem expostas.

Um comentário: