quinta-feira, 17 de março de 2011

Prazeres Temporários

"Assim acontece com quem guarda para si riquezas, mas não é rico para com Deus" (Lucas 12:21)

Há uma história na Bíblia de um homem chamado Esaú que abriu mão de tudo para ter um pouco de prazer temporário. Como primogênito, Esaú recebeu para si o patrimônio da família, o que significava que um dia ele seria o líder espiritual de sua família e estaria na linhagem de ancestrais do Messias. Mas Esaú não pareceu se importar muito com isso. Um dia, seu irmão Jacó se aproximou e lhe propôs o seguinte acordo: Trocar o patrimônio de Esaú por um prato de sopa que ele estava preparando. Isso pareceu um bom negócio a Esaú naquele momento. Mais tarde ele percebeu por quão barato havia se vendido. Mas era tarde demais.

Esaú não tinha nenhum interesse por coisas espirituais, e existem muitas pessoas assim nos dias de hoje. Elas não se importam com Deus até estarem em um beco sem saída ou até que uma tragédia aconteça. Então, de repente, como um milagre, elas têm tempo pra Deus. Porém, quando a crise passa, elas retornam aos seus velhos hábitos.

Jesus falou sobre um fazendeiro cuja lavoura havia produzido abundantemente. O fazendeiro decidiu destruir seus celeiros e construir outros maiores para guardar tudo. Porém, ele poderia ter dito a si mesmo: "Você tem grande quantidade de bens, armazenados para muitos anos. Descanse, coma, beba e alegre-se". (Lucas 12:19).

Mas Deus disse: "Insensato! Esta mesma noite a sua vida lhe será exigida. Então, quem ficará com o que você preparou?" (Lucas 19:20).

As coisas da terra são mais importantes para você que os tesouros do céu? Tudo o que você puder guardar será um dia deixado para trás. E a única coisa que irá importar será o que está esperando por você no céu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário