sábado, 1 de janeiro de 2011

Uma Mudança de Direção

"Pois todos nós devemos comparecer perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba de acordo com as obras praticadas por meio do corpo, quer sejam boas quer sejam más." (II Coríntios 5:10)

Certa manhã, ao ler seu jornal, Alfred Nobel ficou chocado ao encontrar seu nome listado no obituário. Foi um erro, mas, mesmo assim, lá estava ele. Ele ficou surpreso ao ver que ele era lembrado principalmente como o homem que havia inventado a dinamite. Naquele momento da história, a dinamite era muito utilizada na guerra. Nobel ficou aflito ao pensar que ele seria conhecido somente por inventar a dinamite, algo que foi usado para tirar a vida de pessoas. Como resultado da leitura deste obituário, Nobel decidiu mudar o rumo de sua vida. Ele comprometeu-se com a paz no mundo e estabeleceu o que conhecemos hoje como o Prêmio Nobel da Paz. Quando o nome de Alfred Nobel é mencionado hoje em dia, a dinamite é raramente a primeira coisa que vem à mente. Ao contrário, rapidamente pensamos no prêmio que leva seu nome. Isso tudo porque Alfred Nobel decidiu mudar o rumo que sua vida estava tomando.

Um outro homem, vivendo séculos antes, também mudou o rumo negativo ao qual sua vida estava ligada. Seu nome era Paulo, antes chamado Saulo de Tarso. Conhecido como um perseguidor implacável da igreja primitiva, ele estava determinado a impedir a propagação do cristianismo. Mas depois de uma dramática conversão na Estrada de Damasco, Paulo dedicou o resto de sua vida à pregação do evangelho e a edificar a igreja. Hoje o lembramos como um missionário, criador de igrejas e autor de 13 epístolas do Novo Testamento.

Se você fosse ler o seu próprio obituário hoje, o que você acha que as pessoas se lembrem de você? Não é tarde demais para mudar sua direção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário