quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Nossa necessidade de Adoração

"Filhinhos, guardem-se dos ídolos." (1 João 5:21)

Acredite ou não, a idolatria chega naturalmente para todos nós. Por quê? Porque temos necessidade de adoração, e fatalmente vamos acabar adorando alguém ou alguma coisa. Assim como a natureza não tolera o vácuo e logo cuida de preencher-lhe, a alma humana sempre encontrará um objeto de culto, seja na prateleira, no altar, no espelho ou no céu. Sempre encontraremos algo para adorar, porque somos idólatras.

Talvez não demos a estes deuses os nomes que já foram dados, como: Dagon, Baal, Zeus ou Thor, mas eles continuarão sendo deuses. Um ídolo ou deus falso é alguém ou alguma coisa que toma o lugar de Deus em nossas vidas. E todos têm um deus - até mesmo os ateus.

Quando alguém aparece com sua própria versão de Deus, está também adorando um deus falso. Fazer afirmações como: -"Bem, eu não acredito num Deus que...." está criando o seu próprio deus e isso é idolatria.

A Bíblia nos adverte: "Filhinhos, guardem-se dos ídolos" (1 João 5:21). Mas por que adoramos um objeto ou uma coisa ao invés do verdadeiro Deus? Porque entendemos que isso nos dá controle. Em seu livro "Palavras do Fogo: ouvindo a voz de Deus nos Dez Mandamentos", R. Albert Mohler escreveu: "Ídolos implicam em controle humano... Fazemos a nossa própria adoração, porque criamos o nosso próprio deus."

Um ídolo ou deus falso é qualquer coisa que lhe deixe aficcionado, lhe apaixone. As pessoas ficam vidradas por muitas coisas. Elas podem não chamar essas coisas de deus, mas na verdade elas são. Qual é o foco da sua vida? Na prática, isto é o seu deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário