sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Comece com uma Ponte

"Façam tudo com amor." (1 Coríntios 16:14)

Às vezes, quando compartilham o evangelho, os cristãos ofendem desnecessariamente seus ouvintes. Eles os insultam, mas isso não é necessário. Já existe uma ofensa natural na mensagem essencial do Evangelho. Não precisamos piorar ainda mais as coisas. Já foi dito: "Ninguém jamais deveria pregar sobre o tema do inferno, sem uma lágrima em seu olho." No entanto, alguns pregadores que falam sobre o inferno parecem até satisfeitos com o fato de que as pessoas estão indo para lá. Devemos compartilhar o evangelho com compaixão.

Quando Jesus falou com a mulher samaritana, ele inicialmente não a confrontou com a sua vida e sua escandalosa imoralidade. Em vez disso, ele apelou para sua sede interior. Ele finalmente a confrontou com o seu pecado - há um um momento para isso. Mas primeiro Ele construiu uma ponte e estabeleceu um diálogo com ela.

O apóstolo Paulo também compreendeu este princípio. Quando ele foi trazido diante de Herodes Agripa, ele encontrou pontos em comum e construiu uma ponte com o seu ouvinte. E isso não foi exatamente bajulação da parte de Paulo. Ele estava dizendo a verdade. Agripa estava mergulhado nos caminhos dos judeus. Ele sabia tudo sobre a cultura e os costumes judaicos. Ele conhecia os ensinamentos dos profetas judeus.

Mas Agripa era um homem imoral. Corria um boato de que ele estava envolvido em uma relação incestuosa com sua irmã. Paulo poderia ter trazido isso à tona. Ele poderia ter dito: "- Você é um homem mau, Agripa, e todos sabem disso." Mas ele não fez isso. Ele construiu uma ponte. Ele foi respeitoso.

Então, quando possível, encontre pontos em comum com cada pessoa com a qual você aborda e tante construir uma ponte para então compartilhar o evangelho. Você estará deflagrando um grande começo em compartilhar a Palavra de Deus compreensivelmente, com amor e compaixão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário