quinta-feira, 2 de julho de 2015

O Mundo Invisível

"[...] Não tenha medo. Aqueles que estão conosco são mais numerosos do que eles". (2 Reis 6:16)

É difícil para nós acreditar que haja um mundo invisível, pois vivemos no mundo natural. Nós nos associamos àquilo que podemos ver, ouvir, alcançar e tocar; mas a Bíblia ensina que há um mundo sobrenatural, um mundo invisível. É o ambiente de Deus e de Satanás, de anjos e demônios e está ao nosso redor. Se pudéssemos de alguma maneira espiar o mundo invisível, ficaríamos atônitos ao ver os anjos de Deus e os demônios do inferno em ação e toda a agitação espiritual girando em torno de nós o tempo todo.

A Bíblia relata isso acontecendo de verdade a alguém: ao servo do profeta Eliseu. O servo acordou certa manhã e deparou-se com a cidade cercada de forças inimigas. Apavorado, ele despertou Eliseu, perguntando: "[...] O que faremos?" (2 Reis 6:15).

Eliseu, provavelmente esfregando os olhos de sono, disse-lhe: "[...] Não tenha medo. Aqueles que estão conosco são mais numerosos do que eles" (versículo 16). Então Eliseu orou: "Senhor, abre os olhos dele para que veja". E a Bíblia conta que o servo "[...] olhou e viu as colinas cheias de cavalos e carros de fogo ao redor de Eliseu" (versículo 17). Essas eram as forças angelicais de Deus.

A ação dos anjos, especialmente na vida dos que creem, é constante. Podemos necessariamente não estar cientes da presença de anjos nem prever como e onde vão aparecer, mas a Bíblia diz que eles estão por aí. O Salmo 34:7 diz: "O anjo do Senhor é sentinela ao redor daqueles que o temem, e os livra".

Há mesmo um Deus, um Satanás, anjos e demônios. Há mesmo um mundo invisível.
Link para o texto original

quarta-feira, 1 de julho de 2015

A Realidade do Inferno

"O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Pelo contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento" (2 Pedro 3:9)

Certa vez fui entrevistado num programa de TV cristão, onde me perguntaram por que eu falava tanto sobre a eternidade. Realmente eu nunca tinha me dado conta disso antes. Refleti sobre isso por um momento e disse: "Sabe, eu acho que a resposta é que quando você passa a ter certeza dela, é a coisa mais importante que existe."

A maioria das pessoas acredita no céu e a maioria acredita que vai para lá. Mas Jesus disse: "[...] larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e são muitos os que entram por ela" (Mateus 7:13). Se acreditamos na Bíblia, temos que aceitar este fato simples: a maioria das pessoas está realmente indo para o inferno e isso é bastante desconfortável. A verdade é que o inferno é um lugar real.

Jesus Cristo falou mais sobre o inferno do que todos os outros pregadores da Bíblia juntos. Estima-se que das 40 parábolas que Jesus contou, mais da metade delas tratou sobre o julgamento e o inferno eterno. A maioria do ensino que temos sobre o tema do inferno nos foi dada pelo próprio Cristo. Pela simples razão de que Ele é a personificação do amor, da graça e da misericórdia, Ele não quer que qualquer homem ou mulher feitos à Sua imagem e semelhança venha a passar a eternidade no inferno.

Como pastor, quero ensinar a Palavra de Deus. Quero ajudar as pessoas a crescerem na sua fé como seguidores de Jesus. Quando tudo estiver acabado, minha maior expectativa é ver as pessoas que estavam indo para o inferno alternando seu caminho para o céu. Quero que as pessoas mudem seu endereço eterno. É por isso que faço o que faço.

terça-feira, 30 de junho de 2015

Uma Coroa Para Você

"Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam." (Tiago 1:12)

Com duas netas, estou descobrindo que meninas gostam de vestir-se como princesas. Como eu só tinha criado dois rapazes, eu nunca tinha lidado com isso. Mas agora sei que meninas gostam de ser princesas. Tive a confirmação disto quando estava na Disney algum tempo atrás e vi pequenas Cinderelas e Belas Adormecidas andando pelo parque, com vestidos completos, cheias de coroas e cetros.

Há algo em nós que nos faz querer ser da realeza. A boa notícia é que para os crentes, a coroa da vida é prometida para todo homem ou mulher que tenha resistido à tentação e perseverado sob provação: "Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam" (Tiago 1:12).

Muitas vezes não nos parece justo quando vemos pessoas sofrerem, quando vemos alguém passar a vida com uma deficiência ou dificuldade. Mas Deus diz: "Eu tenho uma coroa especial para aqueles que têm suportado isso. Tenho uma coroa especial para aqueles que estão sofrendo. Tenho uma coroa especial para aqueles que têm resistido à tentação."

Talvez, enquanto muitos de seus amigos cederam à tentação e disseram: "Você está perdendo toda a diversão", você tenha dito: "Serei fiel a Deus. Não vou fazer o que vocês estão fazendo."
Pois saiba que um dia você receberá uma coroa por isso.

Mas há também a coroa da justiça, que será dada àqueles que têm servido a Deus e aguardam a vinda de Jesus (veja 2 Timóteo 4:8). Você aguarda ansioso a vinda de Jesus Cristo? Então, há uma coroa esperando por você. Complete a obra que Deus lhe deu. Deixe a sua vida fazer diferença.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Estar à Altura

"Tequel: Foste pesado na balança e achado em falta." (Daniel 5:27)

Ao subir numa balança, normalmente a maioria das pessoas quer pesar menos. Mas quando se sobe na balança de Deus, a gente quer pesar mais. Você quer ter substância, profundidade, propósito e peso na sua vida. Quando Daniel enfrentou o perverso rei Belsazar, ele disse: “Você foi pesado na balança e não estava à altura.” Efetivamente, ele estava dizendo: “Belsazar, você é um peso leve espiritual. Você não fez nada com a sua vida.”

A Bíblia nos diz que todos os crentes estarão diante do trono de julgamento de Jesus Cristo. Ao falar isso, Paulo escreveu: “Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo. Se alguém constrói sobre esse alicerce, usando ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno ou palha, sua obra será mostrada, porque o Dia a trará à luz; pois será revelada pelo fogo, que provará a qualidade da obra de cada um.” (1 Coríntios 3:11-13)

Não é tanto sobre as coisas ruins que você fez; é mais uma questão do que você fez com a sua vida. Queria realizar alguma coisa? Queria impactar alguém? Queria glorificar a Deus com sua vida? Ou você queria desperdiçá-la buscando nada?

Não se preocupe com o que Deus pediu para as outras pessoas fazerem. Mantenha o foco sobre o que Deus lhe chamou para fazer, porque a chave naquele dia final não é o quanto você fez, mas por que você o fez. Deus está muito mais interessado em nossa fidelidade que em nosso sucesso. É tudo uma questão de fidelidade e fazer bem tudo o que Deus colocou diante de você, com todas as suas forças. É sobre isso que você será julgado naquele dia final.

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Apenas Uma Escala

"Na casa de meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, eu lhes teria dito. Vou preparar-lhes lugar. E se eu for e lhes preparar lugar, voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver." (João 14:2-3)

Às vezes agimos como se tudo que tivesse que ser feito devesse ser feito enquanto vivemos aqui na Terra. Claro, queremos fazer a maior quantidade de coisas possíveis porque não determinamos quando nascemos nem quando morremos. Mas nós determinamos como vamos viver as nossas vidas. Precisamos também nos lembrar que a vida não termina após o nosso tempo aqui na terra; ela continua depois no céu.

Quando uma vida é limitada por alguma deficiência física ou doença; ou quando é interrompida pela morte, pensamos: que lástima. Morreu sem realizar os seus sonhos... Mas quem pode dizer que esses sonhos não serão realizados no outro lado? Quem pode dizer que Deus não conclui do outro lado o que começou na Terra?

Quando vemos alguém que viveu uma vida longa, mas desperdiçou-a a maior parte do tempo e depois vemos alguém com grande potencial que morre inesperadamente, pensamos ser tão injusto. Mas isso é porque estamos pensando exclusivamente sobre a vida na Terra e não percebemos que a vida continua. Para um seguidor de Jesus Cristo a morte não é o fim da vida, mas uma continuação do que haverá em outro lugar.

Quando você faz uma viagem de avião, às vezes tem uma parada. Eu mesmo não gosto muito de paradas, porque parece que as coisas ruins acontecem durante as escalas. Pode haver mau tempo, o que significa ficar preso por longos períodos. Gosto de ir do ponto A ao ponto B o mais rápido possível.

Para o cristão, a terra é apenas uma parada. O céu espera por nós do outro lado. E nós vamos chegar lá mais cedo do que percebemos.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

O Nosso Instinto Caseiro

"Os que assim falam mostram que estão buscando uma pátria" (Hebreus 11:14)

Eu gosto de usar um GPS para evitar que me perca quando estou dirigindo. Mas li sobre um motorista do estado de Wisconsin (EUA) que atolou na neve e teve que ligar para os Bombeiros em busca de socorro, porque o seu GPS levou-lhe para a direção errada. O atendente que respondeu à chamada disse: "As pessoas não devem acreditar em tudo o que essas coisas dizem."

Um GPS pode falhar. Mas isso não acontece com o sofisticado instinto caseiro que Deus deu a certas aves migratórias. Seus sistemas de navegação integrados são provavelmente melhores do que a nossa tecnologia mais recente. O Patagarro, por exemplo, que vive na costa do País de Gales, tem um instinto caseiro incrível. Cientistas fizeram um teste, marcando um número nessas aves e soltando-as em diferentes pontos ao redor do planeta para ver se elas poderiam encontrar seu caminho de volta para casa. Em apenas 12 dias, todas fizeram seu caminho de volta. Um pássaro em particular fez todo o caminho partindo de Boston, viajando 400 km por dia, a partir de um lugar que ele nunca tinha estado antes. Isso sim é que se pode chamar de instinto caseiro.

Deus também colocou um instinto caseiro dentro de cada um de nós e eu acredito que esse instinto é uma saudade do céu. Ansiamos por um lugar onde nunca estivemos antes. Fomos concebidos desta maneira. A Bíblia nos diz que Deus colocou a eternidade em nossos corações (veja Eclesiastes 3:11).

O céu é a realidade que ansiamos. O céu não é uma imitação da Terra; muito pelo contrário: a Terra é que é uma cópia, uma morada temporária. O céu é o que realmente importa, a morada eterna de todo seguidor de Jesus Cristo. É o lugar pelo qual ansiamos, porque é o nosso futuro e definitivo lar.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Um Lugar Real Para as Pessoas

"Em vez disso, esperavam eles uma pátria melhor, isto é, a pátria celestial. Por essa razão Deus não se envergonha de ser chamado o Deus deles, pois preparou-lhes uma cidade." (Hebreus 11:16)

A Bíblia tem muito a dizer sobre como é o paraíso. Primeiro, o céu é um local. Jesus falou aos discípulos: “[...] Vou preparar-lhes lugar” (João 14:2). O céu é um lugar real para pessoas reais e quando chegarmos lá será maravilhoso e fantástico.

A Bíblia usa algumas palavras para descrever o céu, incluindo “Paraíso”. Jesus falou ao ladrão na cruz que se arrependeu: “Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso" (Lucas 23:43). O Paraíso ao qual Jesus se referia, literalmente falando, era uma palavra utilizada na época do primeiro século para se referir ao jardim de um rei. É difícil imaginar quão esplêndido e luxuoso isso poderia parecer nos dias de hoje. Se você é uma pessoa relativamente pobre e lhe fosse concedido o privilégio de ir a um jardim real você se impressionaria com suas riquezas e perfumes. Então, “Paraíso” é um ponto de referência para as pessoas. Embora limitado, ele nos dá um senso de como o céu irá superar nossos sentidos.

O Apóstolo Paulo teve uma experiência de ter sido levado para o céu, em vida e depois voltado para a terra. Ao descrever sua experiência ele falou que "foi arrebatado ao paraíso e ouviu coisas indizíveis, coisas que ao homem não é permitido falar" (2 Coríntios 12:4). O céu será melhor do que qualquer coisa que possamos imaginar e as Escrituras nos dão descrições e pistas de como será.

O que isso significa para nós? Se temos o espírito celestial, isso afetará a forma como vivemos na terra. E se isso não está afetando a forma como vivemos na terra, como poderíamos estar realmente preocupados com o céu?