terça-feira, 18 de junho de 2019

Um Esforço Conjunto

"Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus." (Filipenses 1:6)

É maravilhoso saber que Deus sempre termina aquilo que começa. Eu nem sempre termino o que começo. Começo um projeto, fico todo empolgado, depois perco o interesse e não o termino adequadamente. E não estou sozinho. As pessoas têm livros inacabados, músicas inacabadas e prédios inacabados. Talvez seja uma falta de recursos ou condições, mas na maioria das vezes, é simplesmente falta de interesse.

Deus nunca perde o interesse por nós. Você não está feliz? Imagine Deus dizendo: "Eu escolho você para ser Meu filho. Eu te amo. Tenho um plano para sua vida. E depois... com licença, vou me dedicar a outros projetos..." Não, Deus não faz isso. Ele termina tudo o que começa. Ele terminará o trabalho que começou na sua vida. Hebreus 12:2 nos diz que Ele é "o autor e consumador da nossa fé."

Observe que Paulo não disse: "Você que começou um bom trabalho em si mesmo." Em vez disso, ele disse: "Aquele que começou boa obra em vocês." Este trabalho não depende de nós terminarmos; cabe a Deus terminar. Não é para nós trabalharmos; é para Deus trabalhar. Existe a nossa parte e há a parte de Deus.

Entretanto, é possível ser resistente ao trabalho que Deus quer fazer em nossas vidas. Ele deu a cada um de nós um livre arbítrio. Podemos sabotar as nossas vidas. Podemos tomar decisões estúpidas e fazer coisas ruins, mesmo como seguidores de Jesus Cristo. Agora, os verdadeiros seguidores cairão em si, arrepender-se-ão e se voltarão para Deus. Mas isso não significa que eles não enfrentarão as consequências das decisões erradas que tomaram.

Deus quer fazer uma obra em sua vida, mas também busca a sua cooperação.

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Aprendendo Com as Provações

"Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma." (Tiago 1:2-4)

Como seria bom se pudéssemos ver tribulações em nossas vidas como opções, escolhas. Seria muito conveniente se pudéssemos dizer "Vou pular essa parte."

Mas o fato é que não temos essa opção. Provações existirão na vida de qualquer cristão. Veja como Tiago diz: "o fato de passarem por diversas provações." A palavra diversas significa variedade, tipos diferentes. Em outras palavras, duas tribulações não necessariamente são iguais.

Você será testado. A pergunta é: você irá passar ou falhar?

Devemos lembrar que Deus nunca nos testa sem uma razão. O propósito final de Deus é nos tornar semelhantes a Jesus Cristo. Deus quer criar em nós uma extensão de Si mesmo. Isso significa que algumas dificuldades e testes vão mostrar resultados imediatos, e outros somente irão revelar Seu propósito a longo prazo.

Há momentos em que posso ter passado por uma dificuldade, olhar para trás e dizer: "Foi isto que aprendi ao passar por essa experiência." Mas também haverá momentos que, quando eu passar por dificuldades, ainda irei coçar a cabeça e dizer: "Do que se trata tudo isso?" E possivelmente não conseguirei dizer, naquele momento, o que aprendi com aquilo.

Mas o que aconteceu, mesmo talvez sem eu perceber, é que eu me tornei um pouquinho mais parecido com Jesus. Ele trabalhou em minha vida para me moldar conforme a Sua imagem. Pode ser difícil, ou impossível, apontar resultados definitivos em nossas vidas após um tempo de pressão, derrotas ou provações. Mesmo assim, podemos saber que Deus está no controle. E podemos saber que seu propósito final é nos transformar conforme a imagem de Seu amado Filho Jesus Cristo.

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Precisando de Recarga

"Ó Deus, tu és o meu Deus, eu te busco intensamente; a minha alma tem sede de ti! Todo o meu ser anseia por ti, numa terra seca, exausta e sem água. Quero contemplar-te no santuário e avistar o teu poder e a tua glória. O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão." (Salmo 63:1-3)

Quando viajo, levo meu laptop comigo para trabalhar nos meus emails.

E estou sempre em busca de uma tomada elétrica para carregar a bateria assim que for necessário. A bateria do laptop não pode ficar descarregada.

Às vezes é assim para nós, crentes. Vamos à igreja e nos conectamos espiritualmente, mas depois passamos a semana longe desta "fonte de recarga." Não percebemos que precisamos da "energia" de Cristo em todos os momentos, em todas as situações, em todas as conversas e em todas as circunstâncias em que nos encontramos. Em outras palavras, precisamos de uma fonte de recarga constante. Precisamos estar conectados o tempo todo.

No Salmo 63, Davi estava orando: "Senhor, eu quero andar contigo o tempo todo. Sim, eu vi a Tua glória no santuário, mas quero isso por toda a semana."

Não posso deixar de pensar no profeta Elias, que ficou fisicamente, emocionalmente e espiritualmente esgotado em sua guerra com os inimigos de Deus. Um anjo do Senhor encontrou-o enrolado sob um arbusto no deserto, querendo morrer. O anjo lhe deu um pouco de pão, deixou-o descansar e depois o acordou para outra refeição celestial. O anjo disse: "Levante-se e coma, pois a sua viagem será muito longa" (1 Reis 19:7). Nós também nos tornamos exaustos e esgotados espiritualmente. E Deus tem uma refeição maravilhosa esperando por nós todos os dias nas Escrituras, servida pelo próprio Espírito Santo.

Elias precisava de recarga, e nós também precisamos. Devemos separar tempo para Deus e Sua Palavra todos os dias. Às vezes só conseguimos ler alguns versículos ao acordar de manhã; ou ouvir um culto ou um estudo bíblico no caminho do trabalho ou da escola. O importante é se conectar e ficar ligado em tudo o que Deus tem para você.

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Saboreando Cada Momento

"Sabemos que, se for destruída a temporária habitação terrena em que vivemos, temos da parte de Deus um edifício, uma casa eterna no céu, não construída por mãos humanas. Enquanto isso, gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação celestial" (2 Coríntios 5:1-2)

Quando meu filho Jonathan completou 11 anos, lembro-me de perguntar a ele: "qual idade você está ansioso para ter?"

"Dezesseis," ele respondeu. "Eu já queria ter 16 anos."

Isso é tão comum. Quando você é jovem, ter 16 anos é o máximo. Então você atinge os 16, e diz "18 que é a idade perfeita!" Aí você atinge os 18 e espera ansioso pelos 21, porque você pode fazer tanto quando chega as 21 anos. Mas, quando chega lá, você diz: "ninguém me leva a sério. Todos acham que eu ainda sou uma criança. Espere até eu ter meus 30 anos." E com 30 você vai dizer, "se eu pudesse estar agora com 40 anos, então eu teria alcançado tudo." Então você está com 40 e diz, "Eu queria ser um adolescente novamente. Queria ter aquela vida despreocupada que costumava ter." Isso é a chamada crise da meia-idade e ela existe para um monte de gente.

Em seguida, vêm os 50 anos e depois os 60... os anos dourados. Você olha para trás e vê muitas lembranças e arrependimentos.

Alguns olham para trás na vida e chegam à mesma conclusão que Benjamin Disraeli, antigo primeiro-ministro da Inglaterra: "a juventude é uma tolice; a idade adulta uma batalha; a velhice um arrependimento." Essa é uma avaliação muito precisa de uma vida sem Jesus Cristo.

Mas quando Jesus Cristo está no centro de sua vida, você não precisa se sentir assim. Você pode viver uma vida abundante e plena nessa terra - apesar da velhice, das limitações ou enfermidades. E então, muito além do tumulo, o melhor ainda está por vir! Ao virar a esquina desta vida há uma vida eterna tão maravilhosa que não podemos sequer encontrar palavras para descrevê-la.

O que me deixa ansioso? Estou ansioso por cada dia que Deus me permite viver aqui na terra. E além disso, estou ansioso pelo momento em que eu passar desse mundo para o próximo.

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Quando Deus Diz Não

"Paulo e seus companheiros viajaram pela região da Frígia e da Galácia, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na província da Ásia. Quando chegaram à fronteira da Mísia, tentaram entrar na Bitínia, mas o Espírito de Jesus os impediu. Então, contornaram a Mísia e desceram a Trôade." (Atos 16:6-8)

Às vezes, o Senhor intervirá e dirá não aos planos mais amorosos e cuidadosamente planejados. Há muitas maneiras, é claro, de Deus poder nos parar ou redirecionar. Às vezes, é através do aviso de um amigo respeitado. Ou pode ser por falta de paz em nossos corações. Todas as circunstâncias podem parecer boas, mas algo dentro de nós não parece certo. Temos uma falta de paz sobre tal assunto.

O livro de Colossenses nos ensina que devemos deixar a paz de Deus ser o juiz de todos os assuntos que surjam em nossos corações (ver Colossenses 3:15). Se pretendemos fazer ou mesmo deixar de fazer algo, mas algo dentro de nós nos deixa inquietos, sentindo a falta da bênção de Deus para isso, convém orarmos para pedir a paz de Deus e o discernimento sobre a vontade Dele para as nossas vidas.

Deus também pode nos redirecionar através de circunstâncias simples. O carro não liga. Uma porta não se abre. Um cheque não compensa. Um voo está atrasado. Uma doença aparece. Isso já aconteceu com você? Você tinha planos em uma determinada direção, e Deus interveio e disse: "Não. Isso não é o que Eu tinha em mente para você nesse momento. Tenho outro plano." Você pode ter desejado entrar para o ministério do Senhor e, em vez disso, Deus o chamou para os negócios. Ou talvez você tenha se preparado para uma carreira empresarial, e Deus o chamou para o Seu ministério! Você quis se casar, mas Deus te chamou para ficar solteiro. Ou talvez você tivesse certeza de que seria solteiro, mas eis que Ele coloca alguém em sua vida. Você pode ter desejado uma família grande, mas teve uma família pequena, ou sequer teve um filho.

Às vezes, as coisas saem diferentes do que imaginamos ou planejamos. Contudo, porém, nossas vidas pertencem a Ele, não a nós mesmos. E seus planos, mesmo quando parecem difíceis, são os melhores planos para essa vida e para a próxima.

terça-feira, 11 de junho de 2019

Mais e Mais Como Ele

"E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito." (2 Coríntios 3:18)

Quando duas pessoas estão casadas há algum tempo, elas começam a se igualar. Isso aconteceu com minha esposa e eu. Nós nos conhecemos tão bem que eu posso começar uma frase e ela pode terminar. Ela sabe o que estou pensando, mesmo quando não digo nada. Fico impressionado com a intuição dela. Mas eu geralmente posso lê-la também. Casados há mais de três décadas, passamos muito tempo juntos.

Isso é ainda mais verdade quando passamos tempo com Jesus Cristo. Nós nos tornamos como Ele. Esse é o plano final de Deus para todo cristão: nos tornar como Jesus.

Vemos isso na vida de Pedro. Ele foi queimado pelo fogo do inimigo quando negou o Senhor. Mas quando tocado com o fogo do Espírito no Pentecostes, ele se tornou o novo e melhorado Pedro. A mesma coisa que aconteceu com ele pode acontecer com você. O mesmo poder está disponível para todo crente. Isso é porque quando alguém está com Jesus - e com isso quero dizer passar tempo na presença do Senhor e passar tempo crescendo espiritualmente - ele se torna mais semelhante a Jesus.

Antes de você aparecer na terra, Deus escolheu você. Deus sabia que chegaria o dia em que você colocaria a sua fé n'Ele e Ele escolheria você antes de você escolhê-Lo. E qual é o objetivo dele para você? Seu objetivo é que você se torne como Jesus.

Muitos de nós sabemos e podemos citar Romanos 8:28 - o verso que começa: "E sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem..." Mas o versículo que se segue, Romanos 8:29, é tão importante quanto o seu antecedente. Aqui estão os dois versos juntos: "Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos."

Estamos sendo moldados e conformados - às vezes através de nossas dificuldades e provações - para sermos cada vez mais parecidos com o Filho de Deus.

segunda-feira, 10 de junho de 2019

Esperando em Deus

"Sua mãe disse aos serviçais: 'Façam tudo o que ele lhes mandar'." (João 2:5)

Quando Davi foi chamado por Deus para ser rei, ele estava cuidando de ovelhas, sendo apenas fiel. No dia em que Davi matou Golias, ele não acordou naquela manhã e ouviu Deus dizer: "Davi, hoje você está indo para o vale de Elá. Haverá um gigante filisteu chamado Golias, e você vai matá-lo com uma pedra." Não! A pedido de seu pai, Davi estava levando sanduíches de queijo para os irmãos na linha de frente... apenas sendo fiel em uma missão para o seu pai.

O que Gideão estava fazendo quando Deus o chamou? Ele estava se escondendo de seus inimigos. Ele estava apavorado. Mas Deus viu o seu potencial, e, de repente, Gideão estava liderando as tropas para a batalha.

E o que Eliseu estava fazendo quando Elias o chamou para continuar o trabalho? Ele estava arando no campo. Moisés estava observando um bando de ovelhas no deserto quando Deus o chamou para libertar os israelitas. Tem ainda Daniel, que era tão fiel ao Senhor que seus inimigos não conseguiam encontrar nada de errado nele. Eles tinham que inventar mentiras sobre ele para que ele fosse sentenciado à morte. E que tal uma adolescente em Nazaré que teve a visita de um dos anjos mais poderosos de Deus, com uma mensagem sobre uma criança que seria chamada de "o Filho do Altíssimo"?

Meu ponto é o seguinte: eles estavam fazendo fielmente o que Deus havia determinado para deles. Eles não estavam correndo por aí, procurando por coisas grandes e importantes para realizar. Eles não tinham consultores ou agentes de relações públicas. Eles estavam simplesmente fazendo pequenas coisas, esperando em Deus.

Às vezes temos grandes ideias do que Deus fará, mas temos que esperar por Ele. Quais são os seus sonhos agora? Talvez você queira fazer algo por Deus, mas acredite que isso nunca vai acontecer. Então, de repente... talvez vá. Talvez até supere os seus sonhos mais loucos. Apenas seja fiel para fazer o que Deus colocou diante de você neste momento. Seu futuro está seguro nas mãos Dele.