sexta-feira, 28 de abril de 2017

Para a Sua Glória

"Como prisioneiro no Senhor, rogo-lhes que vivam de maneira digna da vocação que receberam." (Efésios 4:1)

Você está vivendo bem a sua vida? Essa é uma questão muito importante, porque você nunca sabe quando a sua vida irá acabar.

Num sentido amplo, a vida para o cristão nunca terminará, pois há uma vida após a morte. Há um céu. E, finalmente, haverá uma nova terra onde governaremos e reinaremos. Mas, de acordo com a Escritura, o que faremos depois está ligado à forma como vivemos agora. Então queremos pensar sobre as nossas vidas e sobre o modo como as vivemos hoje.

Todos assumimos que viveremos uma vida longa. Talvez você seja uma pessoa jovem que esteja apenas começando. Talvez tenha vivido muitos e muitos anos. Talvez seja de meia-idade. Seja qual for a sua idade, você não sabe onde se encontra na jornada da vida. E essa é uma coisa sobre a qual todos nós temos que pensar.

Vivemos nossa vida como uma história que está sendo contada, e, para alguns de nós, podemos estar mais longe nessa história do que imaginamos. Então temos que nos fazer perguntas como: "Que propósito Deus tem em mente para mim agora que eu entreguei a minha vida a Jesus Cristo?" E: "Qual será o legado da minha vida? Como vou ser lembrado?"

Estamos aqui para trazer glória a Deus - nada mais, nada menos. Portanto, o objetivo não é ser o mais bem sucedido ou ter mais isto ou mais aquilo; mas ser fiel àquilo que Deus colocou diante de cada um de nós.

Não devemos olhar para o sucesso de outra pessoa e dizer: "Por que não eu?" Nem devemos olhar para nosso próprio sofrimento e dizer: "Por que eu?" Em vez disso, devemos simplesmente dizer: "Senhor, como posso glorificar-te melhor com a minha vida?"

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Seja Só o Que Você É

"Tenham o cuidado de não praticar suas ‘obras de justiça’ diante dos outros para serem vistos por eles. Se fizerem isso, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial." (Mateus 6:1)

Você já fez alguma coisa para deixar os outros impressionados com a sua espiritualidade? Talvez enquanto aquela cesta de doações passou você tenha feito questão de mostrar para todos que estava doando — e o quanto doou. Ou talvez enquanto louvava você tenha cantado mais alto e elevado as mãos um pouco mais para cima. E na verdade o que você estava pensando era: "Vejam só! Sou uma máquina de louvor. Eu louvo melhor que todo mundo aqui!"

Mas isso na verdade não tinha nada com Deus, não é? Era só para se exibir.

Jesus disse: "Tenham o cuidado de não praticar suas ‘obras de justiça’ diante dos outros para serem vistos por eles. Se fizerem isso, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial. Portanto, quando você der esmola, não anuncie isso com trombetas, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, a fim de serem honrados pelos outros. Eu lhes garanto que eles já receberam sua plena recompensa" (Mateus 6:1-2).

O livro de Atos conta a história de Ananias e Safira, que estavam tentando se exibir. Eles mentiram, fingindo ser o que não eram, num esforço de impressionar outras pessoas com a espiritualidade deles.

As pessoas ainda fazem isso hoje. Candidatos políticos usam discurso cristão em suas campanhas para ganhar o voto dos cristãos. Já vi isso ocorrer no comércio também. Quando se finge ser o que não é para ganhar uma venda.

Esse foi o problema de Ananias e Safira. Eles estavam fazendo uma grande cena, dando um grande show. Não estavam convencendo ninguém, na verdade, e foram expostos publicamente.

Seja o que você é. Não finja ser cristão se você não é — pois você nunca enganará a Deus.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Escrito Para o Nosso Aprendizado

"Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedentes das Escrituras, mantenhamos a nossa esperança" (Romanos 15:4)

Uma coisa que prende a minha atenção sobre a pregação de Pedro no livro de Atos é a sua compreensão e conhecimento das Escrituras. Ele não tinha sido educado no Talmud ou na Torá em nenhuma escola rabínica. Ele apenas estudou as Escrituras por conta própria. O velho pescador fez a sua lição de casa e ele estava pronto. Ele tinha uma compreensão firme da Escritura e a citava com frequência quando falava.

Se você está com Jesus, vai estudar a Palavra de Deus. Não há crescimento na vida cristã sem a Bíblia como parte regular de sua agenda. Isso significa que todos os dias você precisa ler a Bíblia. Alguns podem chamar isso de legalismo. Chame como quiser, mas eu acho que é um bom execício abrir a Palavra de Deus todos os dias e deixá-la falar com você.

Jesus disse: "[...] Aqui estou, no livro está escrito a meu respeito [...]" (Hebreus 10:7). A grande novidade é que podemos conhecer o Autor deste livro.

Quando li o livro de Laura Hillenbrand, Unbroken, não conhecia Louis Zamperini. Mas quando li a sua história, fiquei impressionado. E quando eu descobri que ele estava morando no sul da Califórnia, sabia que tinha de conhecê-lo. Eu queria perguntar a ele sobre coisas que estavam no livro. Desde então, ele tem contado a sua história nos eventos que organizamos. Que privilégio tem sido falar com um homem que tem uma linda história e descobrir mais sobre o seu relato.

Deus nos deu o Seu Livro e Ele nos revelará coisas enquanto fala conosco através dele. Você tem deixado Deus falar com você através da Sua Palavra?

terça-feira, 25 de abril de 2017

Qual é a Sua Desculpa?

"Porque, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados. Mas Deus escolheu as coisas loucas desse mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes" (1 Coríntios 1:26-27)

Muitas vezes teremos desculpas do por quê Deus não pode nos usar. Talvez seja o medo de falar em público. Levantar-se na frente de uma multidão e dirigir-se a uma audiência é um grande medo para muitas pessoas. Entendo isso. Tive esse medo por anos. Honestamente, não penso que eu seria um orador público se não fosse um cristão e se não fosse chamado para o ministério. Não acho que eu iria querer ficar na frente das pessoas, conversando. Esse é um medo muito real para muitas pessoas.

Outros poderiam pensar: "Deus nunca poderia me usar, porque não sou um profissional". Se você pode ser um cristão autêntico que conhece sua Bíblia e que é capaz de articular a mensagem do evangelho, você ficaria espantado com o que Deus pode fazer através de você... Se você estiver disposto a dar um passo de fé.
Pense em algumas das pessoas que Deus usou que vemos na Bíblia. Elas eram totalmente desqualificadas pelos padrões humanos. Moisés era um assassino. Jacó era um mentiroso. Raabe era uma prostituta. Davi teve um caso. Elias foi suicida em um momento. Jonas correu de Deus. Jeremias era considerado muito jovem. João Batista comia insetos. A mulher samaritana foi divorciada mais de uma vez. Os discípulos adormeceram quando deveriam estar orando. Pedro negou Cristo. Timóteo tinha uma úlcera... e por aí vai.
- E você? Qual é a sua desculpa?

Veja bem, eu não estou desculpando nenhum desses comportamentos. O que eu estou querendo dizer  é que Deus pode usar pessoas falhas, e isso inclui eu e você. Assim, qualquer que seja a desculpa ou temores que você possa ter, Deus ainda assim poderá usá-lo.
Link para o texto original

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Dispostos a Assumir Riscos

"Disse Pedro: 'Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isto lhe dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ande'. Segurando-o pela mão direita, ajudou-o a levantar-se, e imediatamente os pés e os tornozelos do homem ficaram firmes." (Atos 3:6-7)

Quando Pedro olhou para o homem aleijado sentado à porta do templo e disse "Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ande" (Atos 3:6), Pedro estava dando um grande passo de fé. Não havia nenhum plano B. Se o homem não fosse curado, ele iria ficar muito irritado. E Pedro iria parecer ridículo.

Mas fé não é fé se não houver riscos. A fé é algo vivo e inquieto e não pode ser inoperante. A fé não tem porta dos fundos. Não há rede de segurança.

Esta pode ser uma das razões pelas quais Deus usa tão poderosamente os jovens. Eles estão dispostos a assumir riscos. À medida que envelhecemos, tornamo-nos mais cautelosos. Por que? Porque tivemos experiências na vida que nem sempre foram como nós esperávamos. Como resultado, tornamo-nos um pouco mais cuidadosos. Mas quando jovens, estamos dispostos a tentar. Assim, muitas das grandes coisas que Deus faz ocorrem através dos jovens.

Quando comecei a nossa igreja, eu tinha 19 anos. Não tinha ideia do que eu estava fazendo. Mas, de certa forma, minha ignorância foi abençoada. Eu apenas segui adiante, acreditando que Deus poderia fazer um trabalho. Mas à medida que envelhecemos, tornamo-nos mais cautelosos e temos certos receios. E se falharmos? Podemos nos sentir como aquele pessimista que disse: "Se no início você não conseguir, destrua todas as provas de que você tenha tentado." Você pode falhar. E é aí que entra a fé.

Mas deixe-me fazer-lhe uma pergunta: E se der certo? Você está disposto a assumir um risco para o reino de Deus? Você está disposto a iniciar uma conversa sobre Cristo? Está disposto a orar por alguém? Está disposto a acreditar que Deus poderia trabalhar através de você?

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Vidas Transformadas

"Vendo a coragem de Pedro e de João, e percebendo que eram homens comuns e sem instrução, ficaram admirados e reconheceram que eles haviam estado com Jesus." (Atos 4:13)

No livro de Atos, encontramos algumas histórias incríveis de seguidores autênticos e obedientes de Jesus Cristo, cristãos verdadeiros. Aquelas foram pessoas que sabiam o que era andar e conversar com Jesus - pessoas que, antes mesmo de falarem uma única palavra, tinham algo de certo em si. Pessoas que por causa de seu estilo de vida justo e misericordioso, haviam merecido o direito de pregar o evangelho, porque havia evidência em suas vidas. E isso foi dito a respeito daqueles que tinham estado com Jesus.

A propósito, isso não era um elogio. A declaração nem sequer foi feita pelos cristãos. Foi feita pelas autoridades que observaram esses seguidores de Cristo.

Isso nos lembra que Deus pode usar pessoas comuns. Digo isso até porque acho que às vezes colocamos os apóstolos em pedestais. Nós os vemos como personagens unidimensionais. No entanto, os acontecimentos de Atos ocorreram ao longo de um período de 30 anos, de modo que não ocorriam milagres em todos os dias. Nem todos os dias eles tinham visões. Nem todos os dias havia fenômenos sobrenaturais. Os crentes do primeiro século continuavam seus negócios do dia a dia.

Todos os dias, como cristãos, fazemos o nosso trabalho. As pessoas são capazes de dizer que temos estado com Jesus? Há evidências para confirmar isso? Ou, como foi dito, se você fosse preso por ser cristão, haveria provas suficientes para condená-lo? Não importa quantas Bíblias você possua nem quantos adesivos cristãos haja em seu carro. A evidência de que estou falando são os resultados em sua vida - uma mudança de caráter.

É o que vemos na vida dos cristãos do primeiro século. Caminharam com Deus, e isso ficou evidente no modo como eles viviam.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Deus Sempre Dá Novas Doses

"Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito" (Efésios 5:18)

Depois de lhes ter sido ordenado que não falassem mais no nome de Jesus, Pedro e João foram liberados. E o que fizeram eles? Oraram por mais ousadia para pregar o evangelho. Disseram: "Agora, Senhor, considera as ameaças deles e capacita os teus servos para anunciarem a tua palavra corajosamente. Estende a tua mão para curar e realizar sinais e maravilhas por meio do nome do teu santo servo Jesus" (Atos 4:29-30).

Aí a Bíblia nos diz que, depois que eles oraram, "[...] tremeu o lugar em que estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e anunciavam corajosamente a palavra de Deus" (versículo 31).

O Espírito Santo foi derramado no Dia de Pentecostes, mas os apóstolos receberam uma nova dose (e Deus dá novas doses, sim). Agora não precisamos de outro Pentecostes, mas precisamos nos apropriar continuamente do que nos foi disponibilizado no Pentecostes.

Por exemplo, quando você está num restaurante pode pedir um cafezinho e depois de um tempo o garçon vem e lhe oferece mais um. Então você recebe outro completo. Do mesmo modo, Deus quer encher você com o Seu Espírito Santo sempre de novo.

Não há nada de errado em pedir a Deus uma nova dose. Não há nada de errado em orar assim: "Senhor, encha-me com o Espírito". Na verdade, é totalmente certo em orar assim, pois nos é dito em Efésios 5:18 para sermos enchidos pelo Espírito: "Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito". Na língua original, isso pode ser traduzido como: "Encham-se constantemente com o Espírito Santo, de novo, de novo e de novo".

Deus nos dá poder com o Espírito Santo e nos preencherá de novo, de novo e de novo.