sexta-feira, 17 de agosto de 2018

A Sua Presença Amorosa

"Quando você atravessar as águas, eu estarei com você; e, quando você atravessar os rios, eles não o encobrirão. Quando você andar através do fogo, você não se queimará; as chamas não o deixarão em brasas. Pois eu sou o Senhor, o seu Deus, o Santo de Israel, o seu Salvador [...]" (Isaías 43:2-3)

Você já se sentiu como se todos tivessem lhe decepcionado? Você já se sentiu abandonado, esquecido ou desamparado?

Paulo, o apóstolo, sentiu-se assim. Preso em Jerusalém, Paulo deve ter se sentido desencorajado, pelo que lemos em Atos 23:11, "Na noite seguinte o Senhor, pondo-se ao lado dele, disse: 'Coragem!' [...]". Deus o lembrou que ele não estava sozinho.

O grande pregador britânico C. H. Spurgeon colocou desta forma:
Se tudo mais o abandonasse, Jesus era companhia suficiente; se todos o desprezassem, o sorriso de Jesus era apoio suficiente; se a boa causa parecia em perigo, na presença do Seu Mestre, a vitória era certa. O Senhor que tinha ficado por ele na cruz, agora estava ao lado dele na prisão... Era uma masmorra, mas o Senhor estava lá; estava escuro, mas a glória do Senhor iluminou-a com o esplendor do próprio Céu.

Isso se resume a: Eu preferiria estar em uma prisão, em uma tempestade ou em dificuldades com Jesus do que em qualquer outro lugar sem Ele. Melhor ainda: eu preferiria estar em um lugar agradável e feliz com Jesus - isso também é bom. E o negócio é o seguinte: Ele está conosco aonde quer que andemos. É isso que o Senhor estava dizendo a Paulo: "Você não está sozinho".

Deus diz: "Quando você atravessar as águas, eu estarei com você; e, quando você atravessar os rios, eles não o encobrirão. [...] Pois eu sou o Senhor, o seu Deus, o Santo de Israel, o seu Salvador [...]" (Isaías 43:2–3).

Ele está conosco nos bons momentos e também nos maus. E como alguém sabiamente disse: "Ele pode compensar Sua presença amorosa por toda perda terrena".

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Necessidade de Saber

"Na manhã seguinte os judeus tramaram uma conspiração e juraram solenemente que não comeriam nem beberiam enquanto não matassem Paulo." (Atos 23:12)

Havia algo que Paulo não sabia quando se sentou na prisão em Jerusalém. Mais de quarenta homens tinham feito um juramento de não comer ou beber até que o tivessem matado. Isso é o que você não quer - um bando de homens famintos lhe perseguindo. Nunca prive um homem de comida por muito tempo.

Às vezes, a ignorância é sinônimo de felicidade. Você não é feliz por não saber tudo? Eu sou. Fico feliz por não conhecer as coisas que Deus conhece. Jesus muitas vezes instigava os líderes religiosos e os confrontava sobre o que eles estavam pensando. Jesus é Deus e sabia o que estava em seus corações.

Às vezes, é bom que não saibamos o que está por vir, que não saibamos o que está à nossa volta. Não sabemos que tipo de ameaças são destinadas a nós agora ou mesmo o que acontece no mundo sobrenatural. Todo o tipo de coisa está acontecendo, sem que não tenhamos a mínima ideia sobre elas. Mas Deus está no comando. Deus nos revela o quanto precisamos saber, e quando precisamos - não mais. E, certamente, não menos.

Nas forças armadas há um termo que eles usam para informações confidenciais: "Necessário Saber". Da mesma forma, se você precisa saber algo, Deus lhe dirá. Se não precisar, Ele não dirá.

C. H. Spurgeon disse: "O Senhor conhece os seus problemas antes que eles venham até você; Ele os antecipa por Sua terna previsão."

Se você se sente sozinho, se está se sentindo magoado, traído ou abandonado, ou se está sentindo dor física, saiba que Cristo já esteve nessa situação. E Ele também sabe o que está à sua frente.

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Um Outro Tipo de Coragem

"Estejam vigilantes, mantenham-se firmes na fé, sejam homens de coragem, sejam fortes." (1 Coríntios 16:13)

O que é coragem? Coragem tem sido definida como bravura. Também costuma-se dizer que não há coragem sem medo. Mark Twain disse: "A coragem é o domínio do medo, não a sua ausência." Uma pessoa corajosa não é alguém desprovido de medo (isso é, na verdade, uma pessoa tola). Uma pessoa corajosa é alguém que pode controlar o seu medo e fazer a coisa certa. É superar o medo que naturalmente todos nós temos.

Sem dúvida, vemos coragem estampada nas pessoas que são socorristas. Certamente também nos policiais e bombeiros. E lemos periodicamente atos de heroísmo (embora eu gostaria de poder ler mais sobre eles, porque sei que acontecem o tempo todo).

Mas também existem outros tipos de coragem. Há a coragem moral, que é a capacidade de fazer o certo em face da oposição ou adversidade. Ter coragem moral significa ser uma pessoa honesta. Isso significa ter integridade. Significa que você não cola na prova. Não sonega os seus impostos. Não trai o seu cônjuge. A coragem moral é honrar os votos que você fez a sua esposa ou ao seu marido quando disse: "Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, amando-se, respeitando-se e sendo fiel."

Também é preciso coragem para seguir a Jesus Cristo. Estamos vivendo hoje em uma cultura ditada pela mídia: TUDO, menos Cristo. As pessoas estão bem com o que você acredita, até que você diga: "Eu acredito em Jesus Cristo e creio que a Bíblia é a Palavra de Deus." Pronto: na melhor das hipóteses, você se torna persona non grata. Na pior das hipóteses, você é o inimigo público número um. É preciso coragem para defender Jesus Cristo, onde quer que você esteja. Precisamos de mais coragem moral.

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

O Seu Poder Nos Dá Coragem

"Então ele lhe disse: 'Filha, a sua fé a curou! Vá em paz'." (Lucas 8:48)

Todo mundo queria um pouquinho de Jesus. Mas um pai determinado, chamado Jairo, tinha uma filha que estava no leito de morte e ele implorou a Jesus que viesse à sua casa. À medida em que iam, a multidão o empurrava e gritava.

No meio da multidão havia uma mulher que sofria de algum tipo de hemorragia e ela pensou que Jesus poderia curá-la se ela somente o tocasse. Ela sangrava constantemente e, por causa disso, era considerada impura. Ela havia gasto todo o seu dinheiro procurando uma cura. Isolada, ela vivia em solidão. Ela pensou: "se eu apenas pudesse tocar o Seu manto, ficaria curada". Então, enquanto Jesus caminhava em meio à multidão, ela conseguiu tocá-Lo.

Jesus parou e disse: "Quem tocou em mim"?

Todos negaram e a Bíblia diz que Pedro e outros disseram: "Mestre, a multidão se aglomera e te comprime". Em outras palavras, seria algo como: "Quem não lhe tocou? Todo mundo encostou no Senhor."

Mas Jesus disse: "Alguém tocou em mim; eu sei que de Mim saiu poder."

Então a multidão se dispersou e lá estava a mulher. Ela provavelmente pensou que Jesus a fosse repreender e humilhar. Mas ao invés disso Ele disse: "Filha, tenha bom ânimo, a sua fé lhe curou."

"Tenha bom ânimo" poderia ser traduzido como "Tenha coragem". Jesus estava dizendo: "Quero elogiar a sua fé e fazer com que todos a possam ver."

Nesse caso, o poder de Cristo lhe deu coragem. E o Seu poder estará presente para ajudar quando você estiver em necessidade.
Link para o texto original

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Perdão Traz Coragem

"Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres" (João 8:36)

Às vezes as pessoas têm dificuldade em acreditar que foram perdoadas por Deus. Elas andam por aí com culpa e sentem-se quase como se pudessem pagar algum tipo de penitência e continuar a se surrar por seus pecados. Mas, elas precisam aceitar o perdão que Cristo lhes deu e começar a se comportar como uma pessoa perdoada, percebendo que "Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres" (João 8:36).

Em Mateus 9:2, encontramos a história de um homem paralítico que foi levado por seus amigos para a presença de Jesus. "Vendo a fé que eles tinham, Jesus disse ao paralítico: 'Tenha bom ânimo, filho; os seus pecados estão perdoados'."

Agora, não parece que eles o trouxeram a Jesus para ter os seus pecados perdoados; parece que eles o trouxeram para ser curado. Então Jesus prosseguiu dizendo: "Que é mais fácil dizer: ‘Os seus pecados estão perdoados’, ou: ‘Levante-se e ande’? Mas, para que vocês saibam que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados" — disse ao paralítico: 'Levante-se, pegue a sua maca e vá para casa'" (Mateus 9:5-6). E o homem o fez.

Jesus perdoou esse homem por seus pecados e, nesse caso, o perdão de Deus trouxe coragem. Deus faz a sua parte e nós devemos fazer a nossa. Veja, Deus nos dá o perdão e nós devemos aceitar esse perdão.

Você vive no perdão de Deus? Ou vive em culpa porque não está disposto a aceitá-lo?

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Corra Bem

"Vocês corriam bem. Quem os impediu de continuar obedecendo à verdade?" (Gálatas 5:7)

Quando os corredores competem, dependendo do tipo de corrida, eles devem permanecer em sua própria pista. Um corredor não pode entrar na pista de um outro competidor e atrapalhar a sua corrida. Se isso acontecer, ele será desclassificado.

O apóstolo Paulo escreveu aos crentes da Galácia: "Vocês corriam bem. Quem os impediu de continuar obedecendo à verdade?" (Gálatas 5:7). Ou, parafraseando: "Vocês estavam correndo corretamente! Quem cortou vocês, desviando-os do verdadeiro curso de obediência?" Às vezes, na corrida da vida, as pessoas nos cortam e prejudicam o nosso desempenho. Isso significa que precisamos escolher muito bem com quem iremos concorrer.

Paulo instruiu Timóteo: "Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, juntamente com os que, de coração puro, invocam o Senhor" (Timóteo 2:22). Como cristãos, devemos correr juntos, não tropeçar uns nos outros na corrida. Não estamos competindo uns contra os outros. Nossa competição é contra o mundo, a carne e o diabo - esses são os nossos concorrentes na corrida da vida. Esses são os nossos inimigos. Portanto, não se trata de superar o outro; trata-se de glorificar a Deus e superar o Inimigo.

Paulo também alertou contra olhar para trás enquanto estamos correndo a nossa corrida. Ele disse: "Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus" (Filipenses 3:13,14). Não há como fazer uma boa corrida se você está constantemente olhando por cima do seu ombro.

Então, na corrida da vida, fique na sua própria pista e não olhe para trás.

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

A Plena Vontade de Deus

"Pois não deixei de proclamar-lhes toda a vontade de Deus." (Atos 20:27)

Quando prego, tento manter toda a minha fala interessante. Tento fazer com que seja compreensível. Porém, não estou lá para entreter uma plateia ou para fazer as pessoas se sentirem confortáveis. Meu trabalho, por assim dizer, é revelar a Palavra de Deus como ela é. Porque realmente não importa o que Greg Laurie pensa sobre ela. Minha opinião não é melhor que a de ninguém. 

Como pregador, tenho a responsabilidade de revelar a plena vontade de Deus e alimentar o Seu rebanho. Essa é a vantagem da pregação expositiva e do ensino. Com “expositiva” quero dizer que devo deixar a palavra de Deus revelar-se por si mesma. Não impomos nossa opinião no texto; deixamos que o texto revele a sua própria "opinião". Não nos cabe acrescentar coisas a ele. 

Muitas vezes os pastores usam a palavra como ponto de partida para uma pregação. Um versículo é lido e então, quem quer que esteja pregando, inventará algo a partir dele. Pode até ser que a história inventada seja boa, que as piadas sejam boas. Pode ser que entretenham bastante. Pode ser que, quando você sair da igreja nesse dia, você pense: "Nossa! Essa pregação foi ótima." Você na verdade não tem ideia sobre o que foi pregado, mas achou divertido. 

O apóstolo Paulo disse aos antigos efésios: “Pois não deixei de proclamar-lhes toda a vontade de Deus” (Atos 20:27). Creio que isso é o mais importante. Precisamos nos orientar de acordo com que a Bíblia diz. 

Não raramente, baseamos as nossas opiniões em nossos sentimentos. Mas não importa o que nós sentimos. O que a Bíblia realmente nos diz? Faça o que a Palavra de Deus diz, pois sentimentos podem nos levar a caminhos equivocados. Não tome decisões de vida baseadas em meros sentimentos. Seu alicerce deve ser a Palavra de Deus.