sexta-feira, 19 de julho de 2019

As Razões da Escolha Divina

"Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos." (Romanos 8:29)

Acho engraçada a forma como as pessoas falam sobre a escolha divina. Elas vão discutir infindavelmente sobre quem Deus escolheu, quem Deus não escolheu, e sobre como saber se você é escolhido. Porém, muito poucos falam sobre os motivos pelos quais Deus escolhe alguém. 

E por que nós somos escolhidos? A Bíblia diz que Ele nos escolheu para sermos transformados à imagem do Seu querido Filho. Todas as coisas cooperam para que no fim sejamos iguais a Jesus. Agora, poderemos ter adversidades ao sermos transformados à semelhança de Jesus. Podemos passar por dificuldades. Podemos passar por sofrimentos. Mas também podemos ser abençoados em abundância. Está tudo nas mãos de Deus, e eu preciso confiar no resultado disso tudo. 

Não sei pelo que ainda vou passar na vida, e muitas vezes pode ser que nem faça sentido para mim. Mas Deus prometeu que vai realizar a boa obra em mim. Deus também prometeu em Romanos 8:28 que Ele "age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito." Mas não podemos esquecer o versículo seguinte, que diz: "Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos" (versículo 29).

Então Ele, que começou a boa obra em mim irá completá-la até a volta de Jesus Cristo. Deus terminará a obra que começou, e um dia ela será perfeita. Vai ser aqui na terra? Não, absolutamente. Será só quando chegarmos ao céu. E se você convidou Cristo para fazer morada em sua vida, então pode descansar nessa certeza.

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Passo a Passo


"Os passos do homem são dirigidos pelo Senhor. Como poderia alguém discernir o seu próprio caminho? ... Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina os seus passos." (Provérbios 20:24; 16:9)

Deus está no controle de todas as circunstâncias que cercam a minha vida. Às vezes, podemos sentir que entendemos essas circunstâncias, mas em outros momentos não temos a menor ideia do por quê certas coisas acontecem como acontecem, e ficamos perplexos. Nós fazemos nossos planos, mas Deus sempre terá o Seu caminho.

Não há nada de errado em fazer um plano para amanhã, para o próximo mês ou ano. Mas devemos sempre planejar com esta condição: o Senhor pode mudar os nossos planos e nos levar em uma direção completamente diferente. É sua prerrogativa fazer isso; Ele, e não você, está no controle da sua vida.

Jeremias 10:23 diz: "Eu sei, Senhor, que a vida do homem não lhe pertence; não compete ao homem dirigir os seus passos." E no livro de Provérbios, o escritor faz a pergunta: "Os passos do homem são dirigidos pelo Senhor. Como poderia alguém discernir o seu próprio caminho?" (Provérbios 20:24).

Às vezes, chamamos o guiar dos nossos passos de "providência divina". Isso significa, então, que coisas ruins nunca acontecerão com pessoas boas ou mesmo devotas? Não. Mas significa que, mesmo quando coisas ruins acontecerem, Deus pode trazer o bem do mal, como Romanos 8:28 nos assegura.

Todas as boas promessas de Deus, no entanto, não serão totalmente realizadas até chegarmos ao céu. Há algumas coisas que podemos olhar na vida e dizer: "Essa foi uma experiência realmente terrível, mas agora, olhando retrospectivamente, posso ver o bem que veio disso". E há outras coisas que vamos experimentar na vida que nunca veremos um bom resultado - ou pelo menos "bom" como o entendemos. Será assim até que cheguemos ao outro lado e vejamos o Senhor face a face, para que então possamos entender essas coisas.

Mesmo assim, confiamos as nossas vidas às Suas boas mãos e Sua grande sabedoria e o louvamos por nos dirigir passo a passo.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Unidade, Liberdade e Caridade

"Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem deles, para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste." (João 17: 20,21)

Você já notou que há algumas pessoas que gostam de lutar? Elas gostam de discutir e são infelizes quando estão felizes. Então encontram algo para se preocupar, algo novo para discutir. Elas amam o conflito. É um jeito triste de viver.

Eu sabia tudo. Eu tinha resposta pra tudo. E se você tivesse uma visão diferente da minha, eu ia tentar te convencer da minha.

Eu não me sinto mais assim. Obviamente, quero que todos acreditem em Jesus. Mas se você tem uma visão ligeiramente diferente da verdade teológica, não sinto que é meu trabalho convencê-lo. Eu gosto desta declaração sobre os crentes: "No essencial, unidade; no não essencial, liberdade; em todas as coisas, caridade." A palavra essencial refere-se às mais importantes doutrinas teológicas, como a da Bíblia sendo a Palavra de Deus, sendo Jesus Cristo o único caminho para o Pai, e a salvação vindo através de Cristo e somente Dele. Esses são os essenciais. No essencial, unidade. Nós nunca cedemos no essencial. 

Mas em coisas não essenciais, liberdade. O que não é essencial? Coisas como o estilo musical. Algumas pessoas gostam de música alta. Outras pessoas a preferem baixa. Algumas pessoas gostam de um certo estilo. Outras preferem outro estilo. Esses são problemas secundários. Nunca devemos nos dividir por causa deles. No que não for essencial, liberdade.

Por último, em todas as coisas, caridade, que é um sinônimo da palavra amor. Use o amor.

terça-feira, 16 de julho de 2019

A Busca Que o Deixará Vazio

"Saiba disto: nos últimos tempos sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão [...] mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus" (2 Timoteo 3:1-2,4)

Será que alguma vez na história já houve uma sociedade mais louca por prazer do que a nossa atual? Parece que nunca nos divertimos o suficiente. Temos a mídia constantemente nos lançando imagens e sons, tudo para supostamente nos trazer prazer.

De fato, algumas pessoas diriam: "Eu vivo por prazer. Tudo se resume a ter um bom tempo, o próximo fim de semana ou a próxima festa. O que importa é a próxima emoção na vida."

Essa filosofia não é nova. O imperador Nero, contemporâneo do apóstolo Paulo, acreditava que o propósito da vida era viver como um animal desenfreado em prazer, paixão e festas. E é exatamente assim que ele viveu.

Havia também um grupo filosófico grego naquela época que se chamava epicurista. Basicamente, estas eram pessoas que viviam por prazer. E ainda temos pessoas assim hoje. De fato, a Bíblia nos diz que um dos sinais dos últimos tempos é que as pessoas serão "mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus" (2 Timóteo 3:4). Que desperdício viver dessa maneira, porque a Bíblia diz que "a [viúva] que vive para os prazeres, ainda que esteja viva, está morta" (1 Timóteo 5:6).

O apóstolo Paulo disse: "Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro" (Filipenses 1:21).

Joy Davidman, a esposa de C. S. Lewis, disse: "Viver para o seu próprio prazer é a coisa menos prazerosa que um homem pode fazer. Se seus vizinhos não o matarem escandalizados, ele morrerá lentamente de tédio e impotência."

Você vive para quê? O que faz seu sangue bombear? O que você diria que é a maior paixão da sua vida? Somente a pessoa que pode dizer "viver é Cristo", também pode dizer "morrer é lucro."

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Focados no Mundo Celestial

"Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro." (Filipenses 1:21)

Uma rápida olhada na história revela que alguns dos maiores feitos foram realizados por cristãos que acreditavam na palavra de Deus. Cristãos já fizeram muito para ajudar a humanidade, desde a construção de hospitais até a fundação de organizações beneficentes.

Como disse C. S. Lewis "os cristãos que fizeram mais para o mundo presente foram precisamente aqueles que pensavam mais no próximo."

Algumas pessoas têm sido criticadas por serem tão focadas no mundo celestial a ponto de não prestarem atenção aos bens terrestres. Mas em resposta a isso, eu diria que há muito mais pessoas hoje focadas na vida terrestre, que sequer pensam nos bens celestiais. Quando você estiver verdadeiramente focado no mundo celestial, você será o maior bem na terra.

O apóstolo Paulo disse "porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro" (Filipenses 1:21). Olhe para a Igreja do primeiro século e a maneira como eles mudaram o seu mundo. Aqueles cristãos do primeiro século não discutiram com os pagãos, eles conviveram com eles. Eles também se preocuparam e oraram pelos não-crentes. E, como resultado, o mundo tornou-se  um lugar diferente.

Esse é o tipo de cristianismo que precisamos hoje. Pergunto-me o que iria resumir a vida de um monte de cristãos hoje. Seria "viver é Cristo, e morrer é lucro?" Provavelmente seria mais algo do tipo: "e as minhas necessidades?" o grito de batalha de um monte de gente hoje em dia. Se treinarmos pessoas para serem consumidoras em vez de participantes, vamos acabar tendo clientes em vez de discípulos. Acho que precisamos voltar ao modelo do primeiro século.

sexta-feira, 12 de julho de 2019

O Propósito de Vida Para o Cristão

Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo;

"Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo" (Romanos 14:17)

Anos atrás, durante uma visita a Billy e Ruth Graham, notei que, enquanto estávamos no lado de fora, o cachorro deles andava continuamente em círculos.

"O que há de errado com esse cachorro?" Eu perguntei para eles.

"Ele está perseguindo o rabo", eles me disseram.

Eu tinha ouvido falar de cães perseguindo seus rabos, mas nunca tinha realmente visto um fazer isso antes.

Como aquele cachorro, algumas pessoas estão efetivamente perseguindo seus rabos na vida. Elas perseguem a felicidade, mas a melhor maneira de não ser feliz é tentar ser feliz.

Nosso propósito na vida como cristãos é conhecer a Deus e trazer-lhe glória. Se você fizer isso com a sua vida, se você se levantar todas as manhãs e disser para si mesmo "quero conhecer a Deus e trazer-lhe glória", você encontrará a felicidade. Você encontrará a satisfação que sempre desejou ao ter suas prioridades em ordem.

Qualquer coisa menor do que isso acabará por desapontar, porque a felicidade verdadeira e duradoura nunca será encontrada nas coisas que este mundo nos diz para procurar.

A Bíblia oferece algo melhor que a felicidade: alegria. A felicidade depende em grande parte de coisas boas que aconteçam. Quando as coisas estão razoavelmente bem, estamos felizes. Se as coisas não estão indo tão bem, não estamos felizes. Mas podemos ter alegria apesar das nossas circunstâncias.

O problema da felicidade é que ela geralmente é procedente de realizações, acumulação e até certo ponto, da fuga. O problema com isso é que nem sempre conseguimos realizar algo ou fugir para algum lugar. E as coisas que acumulamos irão sair de moda, quebrar, se perder ou talvez ser roubadas.

Se vivemos para a felicidade, nunca vamos encontrá-la. Seremos como aquele cachorro, constantemente perseguindo o seu próprio rabo.

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Por Desígnio Divino

"Quero que saibam, irmãos, que aquilo que me aconteceu tem antes servido para o progresso do evangelho." (Filipenses 1:12)

O apóstolo Paulo era o tipo de pessoa que gostava de sair e fazer as coisas. Ele agiu, saiu e realizou coisas para Deus. Mas como prisioneiro em Roma, Paulo se viu preso... imobilizado... incapaz de mover-se.

Talvez você esteja imobilizado de alguma forma agora. Talvez seja algum tipo de deficiência. Talvez esteja preso em um casamento realmente difícil ou em um trabalho que você realmente não queira estar. Talvez você esteja morando em algum lugar que não gostaria de morar. Seja o que for, você se sente imobilizado.

No entanto, observe como Paulo, apesar de suas circunstâncias, conseguiu se alegrar. Ele escreveu: "Quero que saibam, irmãos, que aquilo que me aconteceu tem antes servido para o progresso do evangelho." (Filipenses 1:12). Mesmo em prisão domiciliar, Paulo estava olhando para o lado positivo. Ele estava dizendo: "creio estar aqui porque Deus me quer aqui, mas isso não é o que planejei."

E então Paulo continuou falando sobre os guardas: "Tornou-se evidente a toda a guarda do palácio e a todos os demais que estou na prisão por causa de Cristo" (Filipenses 1:13). Estes não eram apenas quaisquer guardas; eles eram membros da Guarda Pretoriana, os soldados de elite.

Como você não se tornaria um cristão se estivesse acorrentado ao apóstolo Paulo? Aparentemente alguns dos guardas vieram a Cristo, porque mais tarde em Filipenses Paulo escreveu: "Todos os santos lhes enviam saudações, especialmente os que estão no palácio de César." (Filipenses 4:22).

Isso jamais foi o que Paulo planejou, mas foi o que Deus planejou. Talvez você esteja em um lugar agora que você não tenha planejado. Você está lá por design divino. Deus o colocou onde você está nesse momento.