quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Amigos de Deus

"Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido." (João 15:15)

Podemos olhar para a vida de Moisés nas Escrituras e dizer: "Eu queria ter sido Moisés. Gostaria de ter uma amizade com Deus como ele teve."

Mas a amizade que um cristão pode ter com Deus é realmente mais próxima que a de Moisés.

Embora Moisés fosse amigo de Deus e fosse usado por Ele de muitas maneiras, Moisés viveu sob a antiga aliança. Nela, Deus manifestava a Sua presença no tabernáculo (e mais tarde no templo) e o sumo sacerdote representava o povo.

Deus estava distante, mesmo para aqueles que eram seus amigos, como Abraão e Moisés. Deus revelou certos aspectos de si mesmo para eles, mas Ele não viveu dentro deles.

Na nova aliança é diferente. Jesus morreu na cruz por nós porque Ele é o mediador entre nós e o Pai. Não precisamos passar por um sumo sacerdote ou qualquer outra pessoa. Através de Jesus Cristo temos acesso direto ao Pai.

Hebreus 10:19-20 coloca desta maneira: "Portanto, irmãos, temos plena confiança para entrar no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, por um novo e vivo caminho que ele nos abriu por meio do véu, isto é, do seu corpo."

Jesus disse: "Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido" (João 15:15). Você é um amigo de Deus.

Nem sempre o entendemos, mas Ele nos diz para segui-lo e obedecê-lo porque ama a todos nós. Esse Deus mostrou o Seu amor de maneira tangível, enviando o Seu Filho Jesus para morrer na cruz pelos nossos pecados.

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

O Objetivo Final da Oração

"Então disse Moisés: 'Peço-te que me mostres a tua glória.'" (Êxodo 33:18)

Quando era um novo cristão, eu sempre orava por coisas para mim mesmo. Senhor, abençoe-me. Dê-me isso. Forneça isso para mim.

Mas, como A.B. Simpson escreveu: "Uma vez que foi a bênção, agora é o Senhor; uma vez que foi o sentimento, agora é a Sua Palavra; uma vez que Seus dons eu queria, agora o próprio Doador; uma vez que busquei a cura, agora ele mesmo sozinho."

Quando começarmos a crescer espiritualmente, começaremos a dizer com mais frequência: "Senhor, eu só quero você. Quero mais de você. Quero conhecê-lo melhor. Não importa para onde eu vá, tudo ficará bem se você for comigo e eu contigo." Essa é uma marca de maturidade espiritual.

Jacó, depois de anos de conivência e conspirações, conheceu sua luta quando o próprio Senhor apareceu e eles tiveram uma luta livre (que, é claro, Jacó perdeu). Tudo começou com Jacó tentando dominar o que pode ter sido um anjo ou talvez o próprio Senhor. No final, Jacó estava segurando nele. Começou com astúcia e acabou se apegando. A resistência inicial e se transformou em descanso.

Lutar com Deus em oração não significa fazer Deus fazer o que queremos que Ele faça. Significa que vamos nos render completamente ao que Ele quer fazer. Esse é o objetivo final.

Quando Moisés disse ao Senhor: "Por favor, mostre-me a sua glória", ele estava dizendo: "Deus, eu quero ver você agora. Quero que você realmente mostre o seu rosto para mim."

É disso que se trata realmente a oração. Não se trata de conseguir coisas de Deus. A oração, quando atinge o seu objetivo final, chega em Deus. É Deus que você quer - é a proximidade com Ele.

terça-feira, 19 de novembro de 2019

Lide Rapidamente Com o Pecado

"Um pouco de fermento leveda toda a massa" (Gálatas 5:9)

Israel cometeu um grande pecado. Eles sabiam disso melhor do que ninguém. Foram escolhidos por Deus, povo da aliança. Viram o seu poder demonstrado várias vezes. Eles viram o Mar Vermelho se abrir enquanto passavam e o viram fechar quando o exército egípcio veio atrás deles em perseguição. Eles viram o Maná ser fornecido todas as manhãs. Viram o fogo de Deus durante a noite e Sua nuvem durante o dia. Viram milagre após milagre. Fizeram uma promessa de obedecer a Deus em três ocasiões separadas. Muito havia sido dado a Israel, e muito era esperado de Israel.

Então, quando Israel adorou o bezerro de ouro que Aarão formou com as jóias que o povo voluntariamente lhe deu, esse foi um pecado radical. E seria tratado com severidade. Quando Moisés chegou, ele jogou fora os mandamentos. Pegou o bezerro de ouro, triturou-o até virar pó, colocou na água e depois os fez beber. Então ele deu a ordem para que um número deles fossem mortos por seus pecados (Êxodo 32).

Parece quase injusto que Deus lide tão severamente com essas pessoas. Mas, francamente, Deus não nos deve sequer uma hora do dia, muito menos uma explicação de por que Ele faz ou não faz certas coisas. Ele apenas faz o que vai fazer.

Basicamente, Deus estava dizendo: "Odeio o pecado. Ele não será tolerado. Ele deve ser tratado rapidamente, para que não se espalhe e cause ainda mais dano."

A Bíblia compara o pecado ao fermento, que é colocado no pão para fazê-lo crescer antes de assar. É sempre uma figura do mal na Bíblia. Poderíamos dizer que o pecado é como câncer. Ele precisa ser cortado antes de se tornar metástase, antes de se espalhar pelo corpo todo de alguém. É por isso que o Senhor nos diz para lidarmos rapidamente com o pecado.

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Peça Por Direção

"Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida." (Tiago 1:5)

Você já teve um aparelho eletrônico que não sabia como ligar ou desligar? E então você leu o manual e observou as ilustrações. E, de repente, tudo pareceu tão óbvio! Mas você não sabia até ler o manual.

Tiago nos lembra: "Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida" (Tiago 1:5). Quando consultamos a Palavra de Deus, que é o nosso manual de instruções para a vida, Ele nos guia.

O salmista disse: "A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho" (Salmo 119:105). Ao lermos a Palavra de Deus, conhecemos o Seu caminho. Descobrimos coisas em Sua Palavra que não saberíamos de outra maneira.

Quando Moisés pediu orientação a Deus, Ele lhe disse: "Eu mesmo o acompanharei, e lhe darei descanso" (Êxodo 33:14). Ou literalmente: "Meus olhos irão com você." Deus estava dizendo a Moisés: "Eu vou com você e ficarei "de olho" em você, guiando cada passo seu."

Busquemos a direção Dele! E sem nos preocuparmos com nada, pois Deus promete estar atento a tudo que enfrentarmos!

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

O Monstro de Olhos Verdes

"Abel, por sua vez, trouxe as partes gordas das primeiras crias do seu rebanho. O Senhor aceitou com agrado Abel e sua oferta, mas não aceitou Caim e sua oferta. Por isso Caim se enfureceu e o seu rosto se transtornou." (Gênesis 4:4-5)

Se quiser ser extremamente infeliz, seja uma pessoa invejosa. Não é necessariamente uma coisa ruim admirar algo que outra pessoa possui. Quando dizemos: "Eu invejo você. Você está saindo de férias", não estamos obrigatoriamente usando a inveja no pior sentido da palavra.

Invejar é ficar bravo quando alguém tem algo que você não tem. Uma definição literal da palavra inveja é "um sentimento maligno ou hostil." Portanto, não é uma questão de dizer: "Você tem muito. Uau, isso é ótimo! Queria ter isso!"

Em vez disso, é uma atitude que diz: Estou realmente zangado com você por você ter essas coisas e eu não.

A inveja tem sido descrita como o pecado da cidade pequena; ela se reproduz na proximidade. Não tendemos a invejar alguém famoso e bem-sucedido. Em vez disso, invejamos nossos vizinhos, um parente ou colegas de trabalho. Estamos bem desde que todos sejamos iguais, desde que todos estejam na mesma situação. Mas se alguém começa a ter sucesso, se obtém uma oportunidade que pensamos que nós é que a deveríamos ter, se tem algo maravilhoso acontecendo, ficamos com inveja.

Não sabemos exatamente o que causou Caim assassinar seu irmão Abel, mas acho seguro dizer que a inveja e o ciúme desempenharam um papel. O sacrifício de Abel foi aceito, e o de Caim não. A inveja descontrolada pode se tornar um grande problema, e a inveja de Caim levou ao assassinato. Caim não foi dominado por Deus, então acabou escravizado pelo diabo.

Shakespeare chamou a inveja de Monstro de Olhos Verdes. E é um monstro de olhos verdes que pode estrangulá-lo. Seja uma pessoa invejosa e você dará uma posição ao Diabo, assim como Caim - e você terá que enfrentar as consequências.

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Afaste-se

"Havia muita gente indo e vindo, a ponto de eles não terem tempo para comer. Jesus lhes disse: 'Venham comigo para um lugar deserto e descansem um pouco'" (Marcos 6:31)


O Shabbat não é um dia legalista que nós, como crentes, devemos observar, mas é uma ótima ideia tirar um tempo e focar no Senhor. Para muitos de nós, esse dia é o domingo. Adoro ver o domingo como um dia separado para o Senhor, assim como na igreja primitiva.

Devemos ter como primeira prioridade adorar a Deus com o Seu povo. Talvez façamos algumas coisas divertidas depois, mas não devemos deixar que nada nos impeça de nos reunirmos, adorarmos e colocarmos o Senhor em primeiro lugar. Creio que Deus honrará isso em nossas vidas se o fizermos.

Até Jesus tirou uma folga. Em Marcos 6:30-32, lemos:
"Os apóstolos reuniram-se a Jesus e lhe relataram tudo o que tinham feito e ensinado. Havia muita gente indo e vindo, a ponto de eles não terem tempo para comer. Jesus lhes disse: 'Venham comigo para um lugar deserto e descansem um pouco.' Assim, eles se afastaram num barco para um lugar deserto." 

Eu amo isso. "Senhor, aconteceu isso, aconteceu aquilo."

"Vocês já almoçaram?"

"Estamos muito ocupados para comer."

"Vamos lá. Vamos almoçar. Relaxem um pouco. Vocês precisam descansar. Vocês precisam recarregar. Venham comigo."

Se não nos afastarmos da correria, vamos nos separar de Deus. Durante as próximas 24 horas, seu coração baterá 103.000 vezes e seu sangue viajará 270 milhões de quilômetros. Você respirará 23.000 vezes e inalará 13 metros cúbicos de ar. Você moverá 750 músculos e exercitará 7 milhões de células cerebrais. Não é de admirar que todos nos sintamos cansados. Estamos constantemente nos movendo.

O princípio do Shabbat é tirar uma folga, recarregar e focar nas coisas de Deus.

Link para o texto original

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

O Que é Cobiçar?

"Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença". (Êxodo 20:17)

"Não cobiçarás" é provavelmente um dos mais incompreendidos dos Dez Mandamentos. A cobiça não é simplesmente desejar algo, tampouco apenas admirar algo que não temos. Cobiçar é ser devorado pelo desejo de algo. E muitas vezes, de algo que não é seu.

A palavra cobiçar também pode ser traduzida como "ofegar por." Pense em um lobo, com desejo de sangue, que está lá fora perseguindo a sua presa, ofegante. Ele não descansará até que pegue a sua presa, mate-a e coma.

É isso que é cobiça. Como funciona? Você se torna obcecado por alguma coisa. Primeiro, os olhos olham para o objeto, a mente o admira e a vontade se volta para ele. Por fim, o corpo se move para possuí-lo. Uma coisa leva a outra.

Judas Iscariotes efetivamente jogou a sua vida fora por trinta moedas de prata quando traiu o Senhor. Somos informados em 1 Timóteo 6:10: "pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos." Esse versículo é frequentemente citado como "O dinheiro é a raiz de todo mal," mas a Bíblia não diz isso. O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Isso não significa que é ruim querer dinheiro, mas torna-se um problema quando cobiçamos ou ofegamos por ele.

Algumas pessoas cobiçam ao longo de toda a vida. Elas ficam obcecadas por certas coisas e fazem qualquer sacrifício para conseguir o que querem. Pode ser uma pessoa. Pode ser um objeto. Pode ser uma posição. Seja o que for, elas estão determinadas a obtê-lo. E isso pode destruí-las.